SINPEF/RS oferece apoio logístico para as Secretarias Municipal e Estadual de Saúde visando agilizar a aplicação de vacinas nos servidores da Polícia Federal quando iniciar a imunização das Forças de Segurança

O Sindicato dos Policiais Federais do Rio Grande do Sul – SINPEF/RS encaminhou ofício nesta sexta-feira, 12.02, às Secretarias Municipal e Estadual de Saúde no sentido de contribuir para a agilização da aplicação da vacina da Covid-19 nos servidores da Polícia Federal, colocando-se à disposição para subsidiar e oferecer a infraestrutura necessária para a aplicação das mesmas, tanto na sede da Polícia Federal em Porto Alegre quanto nas 13 Delegacias do interior do Estado.

O Plano Nacional de Operacionalização da Vacina contra a Covid-19, elaborado pelo Ministério da Saúde, estabelece uma ordem para os grupos prioritários e que a seleção das populações com prioridade na imunização foi baseada em princípios da Organização Mundial da Saúde (OMS), em acordo com entidades como o Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) e o Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems).

Dessa forma, quando for o momento de imunização dos servidores das Forças de Segurança, mais especificamente dos servidores da Polícia Federal, poderá haver alguns entraves operacionais e logísticos, para o que o Sindicato se propõe a auxiliar, disponibilizando locais de vacinação, estrutura de armazenamento e transporte, contratação de profissionais para a aplicação, sempre zelando por todos os protocolos de segurança sanitária. Ademais, são os policiais federais os responsáveis pela escolta das doses das vacinas, sendo os mesmos credenciados a realizar essas remoções, seguindo toda normativa necessária.

Desde o início da pandemia, o Sindicato está atento às questões referentes à proteção da saúde dos seus sindicalizados, até mesmo porque foi dada continuidade às operações e aos atendimentos da Polícia Federal. O SINPEF/RS conta com qualquer sugestão que vise tal resguardo ou que atenue os efeitos da COVID-19.

 

Temas , , .

 


Deseja comentar esta notícia? Autentique-se para postar um comentário. Efetue seu login aqui »

Ir para o topo da páginaIr para o topo da página