Policial Federal Nívio Braz recebe Medalha da 55ª Legislatura da Assembleia Legislativa do RS

O Policial Federal Nívio Boelter Braz, Conselheiro Fiscal do SINPEF/RS, será agraciado com a Medalha da 55ª Legislatura da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul. A honraria, proposta pelo deputado estadual Capitão Macedo (PSL), será entregue em cerimônia dia 30 de agosto, sexta-feira, às 11 horas, no Salão Júlio de Castilhos da Assembleia Legislativa.

Conforme o deputado Macedo, a proposição da homenagem reconhece a trajetória do policial ao longo de sua carreira. “Escolhi homenagear o Agente Federal Nívio Braz por sua carreira reconhecidamente exemplar e sua dedicação qualificada aos interesses da sociedade Brasileira por mais de 38 anos com todo o respeito e reconhecimento dentro e fora a instituição Policia Federal”.

O SINPEF/RS convida os servidores da PF/RS para prestigiarem essa homenagem, em reconhecimento à trajetória e ao profissionalismo do APF Nívio Braz, cujo exemplo motiva a todos a continuarem empenhando seus esforços na construção de uma Polícia Federal cada vez mais respeitada.

 

Conheça um pouco mais sobre NIVIO BOELTER BRAZ:

Nascido aos 13.11.1960 na localidade de Serra de Baixo, Distrito de Entre-Ijuis, na época pertencente ao município de Santo Ângelo.

Filho de Antenor Casimiro Boelter Braz e Nelcinda Piltz Braz.

Casado com Vera Lúcia Braz, pai de Aline Braz e Nivio Braz Júnior.

Fez todos os seus estudos em escola pública em Santo Ângelo/RS. Técnico em Contabilidade; graduou-se como Bacharel em Ciências Contábeis pela FUNDAMES (hoje URI) no ano de 1983; e como Bacharel em Direito no ano de 1987 pela FADISA (hoje IESA). Atualmente cursando Pós Graduação em Administração Pública e Gerenciamento de Cidades pela UNINTER.

No ano de 1979 e 1980 serviu ao Exército Brasileiro, cursando o Núcleo de Preparação de Oficiais da Reserva (NPOR) do então 61º BIMtz, onde foi o primeiro colocado entre 39 alunos, graduando-se como 2º Tenente de Infantaria.

No ano de 1980 prestou concurso para a Polícia Federal, frequentando a Academia Nacional de Polícia, onde em um curso de 400 policiais obteve a colocação de 7º lugar e a consequente lotação em junho/1981 na Delegacia de Polícia Federal de Santo Ângelo/RS, no cargo de Agente da Polícia Federal.

Já a partir de 1990 passou a Chefiar o Núcleo de Operações da Delegacia de Polícia Federal de Santo Ângelo onde, durante 28 anos esteve a frente de todas as investigações e operações realizadas na área de atuação da Delegacia.

Com diversos cursos de especialização na Polícia Federal e também no DrugEnforcementAdministration (DEA/EUA); participou em missões em diversos estados brasileiros (Paraná, Rio de Janeiro, Goiás, Mato Grosso do Sul, Para, Amazonas, Roraima e Rondônia), principalmente em Operações de combate ao tráfico internacional de drogas.

Atuou em Operações Especiais da Polícia Federal:

– Operação Ouro,  no ano de 1983 na Serra Pelada, interior do Pará;

– Operação Selva Livre, nos anos de 1994 e 1995, na Área dos Índios Ianomâmi, em  Roraima, fronteira com a Venezuela e com a Guiana;

– Operação Calha Norte de repressão ao tráfico de drogas, no Rio Solimões, na fronteira com a Colômbia e com o Peru;

-Diversas Operações de Inteligência Policial no Rio Grande do Sul, na área de Tráfico de Drogas e Contrabando.

Teve participação ativa nas entidades associativas dos Policiais Federais, tendo presidido por diversas vez sua associação, e hoje é Presidente da Associação dos Policiais Federais de Santo Ângelo (APOFESA); é fundador do movimento sindical na Polícia Federal, sendo membro fundador da Federação Nacional dos Policiais Federais (FENAPEF), e atualmente Presidente do Conselho Fiscal do Sindicato dos Policiais Federais do Rio Grande do Sul (SINPEF-RS).

Paralelamente a sua atividade na Polícia Federal atuou por aproximadamente 15 anos (entre 1995 e 2009) como dirigente da SER Santo Ângelo, tendo sido seu Presidente por 4 anos.

Em 2009 a Polícia Federal do Brasil contratou a Universidade de Brasília (UnB) para que elaborasse um trabalho científico para estabelecer o PERFIL PROFISSIOGRÁFICO do Policial Federal, nos mais variados cargos. Foram indicados 10 policiais de cada cargo para serem “cobaias” da pesquisa, e entre os Agentes de Polícia Federal, foi um dos indicados devido a sua qualificação profissional.

Recebeu diplomas de Amigo de diversos órgãos de segurança, tais como:

1 – Amigo do 7º Regimento de Polícia Montada da BM – Santo Ângelo/RS;

2 – Amigo do 4º Batalhão de Polícia de Área de Fronteira da BM – Santa Rosa/RS;

3 – Amigo do 7º Batalhão de Polícia Militar da BM – Três Passos/RS;

4 – Amigo do 1º Batalhão de Comunicações – Bcom/Exército Brasileiro – Santo Ângelo/RS.

No dia 11.04.2019, após 38 anos de dedicação a Polícia Federal e ao Brasil, teve publicada sua aposentadoria.

Em maio de 2019 passa a atuar como Assessor Parlamentar do Deputado Federal Ubiratan Sanderson (PSL), com atuação em Santo Ângelo e na região Noroeste do Rio Grande do Sul.

Temas , , .

 


Deseja comentar esta notícia? Autentique-se para postar um comentário. Efetue seu login aqui »

Ir para o topo da páginaIr para o topo da página