Obstrução impede votação do adicional de fronteira

O projeto do governo (PL 4.264/12) que indeniza servidores públicos que atuam e moram nas fronteiras do País foi retirado de pauta na noite desta terça-feira (11) em razão da obstrução de bancadas partidárias que querem garantir a inclusão de outras carreiras.

O projeto estava na pauta da Comissão de Finanças e Tributação da Câmara na manhã desta quarta-feira (12) e acordo permitiu a retirado de pauta do projeto por duas semanas, para segundo o relator, deputado Afonso Florence (PT-BA) ganhar mais tempo para negociações com o governo.

Desse modo, o projeto, embora esteja em regime de urgência para votação em plenário não será incluído na agenda de votações desta semana e da próxima até que um entendimento possa garantir sua apreciação em plenário.

 

Fonte: Agência Fenapef

Temas .

 

Ir para o topo da páginaIr para o topo da página