Histórico

HISTÓRICO
Com a promulgação da Constituição Federal em 1988, os profissionais das instituições policiais civis passaram a também ter o direito universal de sindicalização, tal como todos os demais trabalhadores.

Assim, um grupo de policiais federais do Rio Grande do Sul começou a pensar e agir no sentido de viabilizar sua própria entidade representativa e, posteriormente, de promover mudanças concretas para que não fosse mais reproduzido o modelo imposto pelo autoritarismo da época.

No rastro destas mudanças e imbuídos do espírito reformista, o dia 16.11.1988 ficou gravado na história da Policia Federal como um marco na trajetória de lutas da categoria. Nesta data, foi fundado o Sindicato dos Policiais Federais do Rio Grande do Sul – SINPEF/RS, pioneiro no Brasil, numa época que ainda trazia em seu bojo os reflexos mais profundos da ditadura militar.

Os líderes desta articulação passaram a ser considerados verdadeiros inimigos daqueles que insistiam em negar o direito legitimamente inscrito na CF/88, entretanto, não deixaram de atuar e acreditar. Era necessário superar a desconfiança da sociedade e a reserva da própria categoria. Aos poucos, conquistaram espaços e simpatizantes, propiciando a consolidação de um sindicato forte, atuante e admirado por todos. O espírito de representação classista dominou os policiais de vários Estados do país e, logo em seguida, outras dezenas de sindicatos de policiais foram fundados Brasil a fora.

Este foi o passo inicial de uma luta incessante por uma polícia cidadã e democrática, impulsionada pela necessidade de uma organização sindical que desse ampla guarida às demandas dos policiais federais.

Hoje, passados quase 30 anos da fundação do SINPEF/RS, a luta continua.  Inúmeros são os desafios a serem todos os dias enfrentados. Às vezes vencidos, outras vezes não. Mas o importante é manter sempre aceso aquele espírito de união e de apoio mútuo que moveu os fundadores do nosso Sindicato na criação do primeiro sindicato de policiais do país.

Ir para o topo da páginaIr para o topo da página