Nota Oficial sobre morte de policial militar de folga

O Sindicato dos Policias Federais do Rio Grande do Sul – SINPEF/RS, entidade representativa dos policiais federais no Estado, manifesta profundo pesar pela morte de mais um policial militar durante sua folga, desta vez em uma tentativa de roubo na tarde desta quinta-feira (4), no bairro Coxilha Velha, em Triunfo, na Região Metropolitana de Porto Alegre. Segundo a Polícia Civil, o soldado Emersom Daltri Tadielo estava em uma tenda nas margens da BR-386 comprando um vaso de cerâmica quando foi abordado por criminosos. Ele estava sozinho e teria reagido à ação dos criminosos.

Tragédias assim comprovam o perigo a que todos os policiais estão diariamente expostos. Não restam dúvidas de que se trata de uma profissão de risco, cujo perigo constante está presente tanto no trabalho quanto na vida pessoal, considerando-se que muitos morrem, mesmo fora do horário de serviço. Por vezes, para morrerem basta portarem uma carteira de identificação profissional.

Sabe-se que dos 385 policiais assassinados em 2017, 91 estavam no horário de serviço quando foram mortos e 294 foram mortos fora do horário de trabalho. É uma verdadeira barbárie como se a vida de um policial, que morre para proteger a sociedade, não valesse nada.

Lamentamos por mais uma perda, por mais uma família vitimizada pela insegurança e pela impunidade. Nossa solidariedade e nosso respeito àqueles que bravamente atuam para salvar e preservar vidas mesmo à custa de sua própria existência.

O Estado precisa urgentemente lançar um olhar atento a esses profissionais!

 

Porto Alegre/RS, 04 de abril de 2019.

 

Julio Cesar Nunes Santos

Presidente do Sindicato dos Policias Federais do RS

 

 

 

Temas , , , .

 


Deseja comentar esta notícia? Autentique-se para postar um comentário. Efetue seu login aqui »

Ir para o topo da páginaIr para o topo da página