Porto Alegre/RS: Manifestação contra a Reforma da Previdência reúne cerca de 300 policiais  

 

Na tarde desta segunda-feira, 06.03, cerca de 300 Policiais Federais, Policiais Rodoviários Federais e Policiais Civis do Rio Grande do Sul estiveram reunidos numa grande manifestação pública contra a PEC 287/16, que propõe a Reforma da Previdência, com o fim da aposentadoria policial.

Os Policiais Federais e Estaduais se concentraram às 14h, na Praça do Laçador (Monumento do Laçador), em Porto Alegre, seguindo em caminhada até o Aeroporto Internacional Salgado Filho, onde fizeram um ato público. Na oportunidade, foi feita uma ampla distribuição de panfletos com esclarecimentos à população sobre os motivos do manifesto.

O presidente do Sindicato dos Policiais Federais do RS – SINPEF/RS, Ubiratan Sanderson, afirma que aumentar as receitas do governo à custa dos trabalhadores significará potencializar ainda mais os esquemas de propina e corrupção. Segundo ele, “em nenhum país do mundo, trabalhadores expostos a ‘risco de morte’, como os policiais, precisam trabalhar até os 65 anos de idade. A expectativa de vida dos policiais brasileiros é de 59 anos, enquanto a da população em geral é de 74 anos. Só em 2015, foram 490 policiais assassinados no Brasil, sem contar o anormal número de suicídios, de mortes por estresse profissional e de baixas por acidente em ações policiais”.

O SINPEF/RS agradece a participação de todos, em especial dos Representantes Sindicais e dos policiais federais ativos e inativos que marcaram presença nas iniciativas sindicais.

Veja aqui 12 motivos pelos quais os policiais são contra a Reforma da Previdência.

Assembleia conjunta PF e PRF antecedeu a manifestação

Representantes Sindicais e Diretoria traçam estratégias

 

 

Temas , , , .

 


Deseja comentar esta notícia? Autentique-se para postar um comentário. Efetue seu login aqui »

Ir para o topo da páginaIr para o topo da página