Fenapef solicita suspensão dos descontos relativos aos 84,32%

A FENAPEF protocolou o ofício nº 049/2016-JUR/FENAPEF, em 16/05/2016, encaminhado ao Diretor-Geral do DPF, com base na decisão favorável nos autos do Mandado de Segurança Coletivo nº 1000462-23.2015.4.01.3400, o qual tramita na 1ª Vara Federal de Brasília/DF, a fim de requerer ao Departamento de Polícia Federal:

a) abstenção de qualquer tipo de desconto com o objetivo de reaver valores pagos a título de reajuste de 84,32%, em razão de decisão constante dos autos da ação cautelar 91.00.06953-1, na folha de pagamento;

b) suspensão imediata de qualquer tipo de desconto com o objetivo de reaver valores pagos a título de reajuste de 84,32, em razão de decisão constante dos autos da ação cautelar 91.00.06953-1, na folha de pagamento dos servidores;

c) suspensão imediata de todos os processos de notificação de reposição dos 84,32 em andamento , que tenha por fundamento decisão constante dos autos da ação cautelar 91.00.06953-1;

d) sustação imediata de expedição de novas notificações de reposição dos 84,32% em andamento, que tenha por fundamento decisão constante dos autos da ação cautelar 91.00.06953-1.

Outrossim, foi requerida ao Diretor-Geral a relação de todos os servidores que foram beneficiados com o recebimento dos 84,32% em razão da decisão nos autos da ação cautelar 91.00.06953-1.

 

Ir para o topo da páginaIr para o topo da página