Fenapef reúne presidentes de sindicatos e sindicalizados para debater projetos de reestruturação da carreira

 

Uma nova forma de comunicação para sindicalistas e sindicalizados reuniu online mais de trezentos policiais federais da ativa e aposentados numa grande assembleia virtual nessa quinta-feira (16). O presidente da Federação Nacional dos Policiais Federais, Luís Antônio Boudens, diretores da Federação e presidentes dos 27 sindicatos estaduais conversaram e tiraram dúvidas dos sindicalizados sobre o histórico de projetos da entidade.O presidente Boudens abriu a sala apresentando um detalhado histórico das lutas dos policiais federais por direitos, propostas de reestruturação de carreira e modernização da segurança pública ao longo dos últimos anos. “Na semana passada, durante a Assembleia Geral Extraordinária, o tema já havia sido abordado entre a Fenapef e os presidentes dos sindicatos. Agora, com essa complementação, esperamos que muitas dúvidas sejam sanadas e muitas preocupações que surgiram entre os colegas, principalmente os aposentados, sejam dissipadas”, disse o presidente, na abertura.

O objetivo da reconstituição foi mostrar aos aposentados a verdadeira história de lutas da entidade. “Estão circulando notícias, vindas de fontes duvidosas, que desinformam e causam preocupação. Nossa ideia aqui é esclarecer. Esperamos que, com essa iniciativa, tenhamos um link direto com os aposentados”, disse Boudens, no início da apresentação.

O diretor de comunicação, Francisco Lião, definiu a live como “um sucesso”. Durante a transmissão, quase 500 sindicalizados estiveram online e o vídeo já foi assistido por mais de 2.400 pessoas no Youtube.

“Foram abordados temas que recentemente geraram dúvidas em muitos sindicalizados, como as relacionadas ao projeto OPF (Oficial de Polícia Federal), bem como se buscou esclarecer a todos os questionamentos que envolviam as repercussões de possíveis modificações na carreira em relação aos servidores da ativa e, especialmente, aos aposentados”, detalhou.

A apresentação inicial mostrou que o projeto OPF não é uma novidade. Ela foi apresentada em 2003, no primeiro Grupo de Trabalho (GT) e, desde então, já foi aprovada em dois Congressos Nacionais de Policiais Federais (Conapef).

“É hora de a gente fazer um pequeno resgate e levar informação de qualidade, confiável e verdadeira a todos os nossos colegas”, explicou Boudens.

Ao longo de mais de duas horas, a live mobilizou policiais federais de todo o País. Os presidentes dos sindicatos abriram os debates e colocaram dúvidas, que também chegaram via chat. Por cerca de duas horas e meia, os esclarecimentos giraram em torno da reestruturação da carreira policial.

“A ideia foi transmitir segurança para o aposentado de que não haverá prejuízos. Que quem estava no topo da carreira quando se aposentou, seguirá no topo como aposentado. Depois da luta que tivemos para garantir a paridade e a integralidade de aposentadorias e pensões durante a tramitação da nova previdência, não faria sentido abrir mão desse princípio agora”, insistiu Boudens. “Em qualquer proposta que façamos, a preservação e a contemplação dos aposentados estará assegurada”, insistiu.

O diretor jurídico, Flávio Werneck, disse que o resgate histórico das batalhas da Fenapef é importante para desmistificar alguns pontos acerca dos projetos. Também é uma forma de preparar a categoria para a luta que virá por conta da reforma administrativa que se desenha. “Todo o esforço está sendo feito para que tenhamos uma passagem pela reforma sem nenhum prejuízo”, afirmou, lembrando que os policiais federais precisarão de fundamentos e argumentos técnicos para rebater toda e qualquer redução de direitos dos servidores da Polícia Federal. Werneck alerta que é importante que toda a categoria esteja de “sobreaviso” para a importância de se conscientizar da necessidade de ir ao Congresso, se isso vier a acontecer.

Para o diretor Lião, a interação com os sindicalizados foi a marca de sucesso da live. “A live atingiu um número significativo de participantes. Certamente essa foi a primeira de outras que virão num futuro próximo, oportunidades essas nas quais será buscada uma integração ainda maior com o sindicalizado, que poderá obter informações de fonte oficial, apresentar sugestões e esclarecer dúvidas.”

Uma nova live deve ocorrer nos próximos trinta dias para falar de temas como as ações judiciais em tramitação e sob o “guarda-chuva” da Federação.

Quem não conseguiu assistir ou quem quiser rever a apresentação, pode acessar o link: https://youtu.be/nP83bPTIA9Q?t=1925

 

Fonte:  Comunicação FENAPEF

Temas .

 


Deseja comentar esta notícia? Autentique-se para postar um comentário. Efetue seu login aqui »

Ir para o topo da páginaIr para o topo da página