Fenapef busca, no Congresso, recomposição das perdas salariais

 

Os diretores jurídico, Flávio Werneck, e parlamentar, Marcus Firme, passaram a quarta-feira (24) no Congresso em articulações com parlamentares para tentar preservar direitos dos policiais federais e garantir a recomposição das perdas inflacionárias nos salários de 2022.

O objetivo é vencer mais uma etapa. No começo do mês, a Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado (CSPCCO) da Câmara dos Deputados aprovou emendas à Lei Orçamentária Anual (LOA) que podem garantir a reestruturação salarial das policiais no próximo ano. As propostas também abrem crédito para a contratação de aprovados nos últimos concursos da Polícia Federal (PF), Polícia Rodoviária Federal (PRF) e Departamento Penitenciário Nacional (Depen).

A aprovação abiu espaço para a apreciação da Comissão de Orçamento e, depois, para a votação em plenário. Por isso, as visitas dos representantes da Fenapef começaram pelo gabinete do deputado Hugo Leal (PSD-RJ), que é relator-geral do Orçamento. Também houve conversas nos gabinetes dos deputados Sanderson (PSL-RS) e Aluísio Mendes (PSC-MA), além de uma reunião com o senador Marcos do Val (Podemos-ES).

 

Fonte: Comunicação Fenapef

Temas , , .

 

Ir para o topo da páginaIr para o topo da página