Feliz da vida com liminar do STJ que praticamente sepulta a greve

O comandante da Polícia Federal, Leandro Daiello, ficou tão feliz com a liminar do STJ que praticamente sepulta o movimento grevista dos agentes federais, que tratou de parabenizar a Advocacia Geral da União assim que recebeu a informação.

No começo da tarde, o ministro Herman Benjamin concedeu liminar em favor da AGU para determinar o retorno ao trabalho de todo o efetivo da PF envolvido nos preparativos das eleições de outubro e de todos os agentes federais que trabalham em escala de plantão (24 horas trabalhadas por 72 horas de descanso) em portos e aeroportos país afora.

A liminar determina ainda que, no mínimo, 50% do efetivo das funções de polícia administrativa e demais atividades da PF permaneça no trabalho, assim como 70% dos agentes federais lotados nas funções de polícia judiciária, de inteligência e nas unidades de fronteira. O ministro Benjamin ainda impõe à Federação Nacional dos Policiais Federais a multa diária de 100 000 reais em caso de descumprimento da decisão.

 

Fonte: Revista Veja com manchete do SINPEF/RS

 

 

Ir para o topo da páginaIr para o topo da página