Diretores da Fenapef reúnem-se com senador Major Olimpio e pedem mudanças no projeto de reforma da aposentadoria policial

 

Diretores da Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef) se reuniram, nesta quarta-feira (14), com o senador Major Olimpio (SP), líder do PSL na Casa. Os dirigentes solicitaram ao parlamentar modificações no projeto de reforma da aposentadoria policial, em tramitação no Senado.

“Major Olimpio se comprometeu em receber as nossas demandas e encaminhá-las ao relator da Reforma da Previdência, senador Tasso Jereissati (PSDB-CE)”, informa o vice-presidente da Fenapef, Luiz Carlos Cavalcante. “Além disso, o líder do PSL elaborou requerimento para inclusão da Fenapef nas audiências públicas que discutirão o projeto no Senado”, acrescenta.

Também participaram da reunião com o senador Major Olimpio, os diretores da federação Marcus Firme (parlamentar) e Júlio César Nunes (Estratégia Sindical).

Semana passada, logo após a aprovação da Proposta de Emenda à Constituição da Reforma da Previdência (PEC 6) pela Câmara dos Deputados, a Fenapef e sindicatos filiados iniciaram reuniões no Senado com o objetivo de conseguirem alterações no texto aprovado na Câmara. “Que materializa um imenso retrocesso nas regras atuais de aposentadoria, pensão policial e proteção social dos operadores da segurança pública”, destaca Luiz Carlos Cavalcante.

No último dia 7, um grupo de policiais federais se reuniu com os senadores Jarbas Vasconcelos (MDB-PE) e Álvaro Dias (Podemos-PR). Na oportunidade, foram colocados todos os pontos que precisam ser ajustados no Senado; em especial, a necessidade de uma regra de transição que beneficie os servidores que estão mais próximos da aposentadoria. As mulheres policiais, principalmente, são as mais prejudicadas, já que, de acordo com as regras aprovadas na Câmara, terão que cumprir pedágios de 700%, 800% e em alguns casos superiores a 1000%.

 

Fonte: Comunicação Fenapef

Temas .

 


Deseja comentar esta notícia? Autentique-se para postar um comentário. Efetue seu login aqui »

Ir para o topo da páginaIr para o topo da página