Declaro que sou um “isentão” assumido – Por: Valacir Gonçalves

Ontem li a reclamação de um dos filhos do Bolsonaro (bolsonaro´s baby) dizendo que não concordava com quem votou em seu pair reclamar do governo. Disse que não admitia isso de quem ele chama de “isentão”. O “baby” não consegue entender que muitos brasileiros votaram em seu pai porque não aguentavam mais a quadrilha petista, porque precisavam afastar do poder gente que estava destroçando o país cometendo todo o tipo de insanidade.

A vitória do Bolsonaro foi o primeiro passo. Ele tem mais da metade do povo brasileiro ao seu lado, mas não tem carta branca para fazer o que quiser, ou apoiar gente que envergonha eleitores que votaram nele admitindo atos que antes condenava… Deixo claro que não estou arrependido como insinua esse cara, acho que o capitão pode consertar o Brasil, mas como isentão me sinto mal quando olho o desequilíbrio de uma ministra que virou chacota, a falta de explicação convincente para notas fiscais de um ministro que parece estar num lugar grande demais para ele, e até o fundamentalismo de direita do novo chefe do Itamaraty, diplomata que não entende que precisamos ficar longe do barril de pólvora do Oriente Médio.

Mais: o general não podia ter feito o que fez – como homem culto que dizem que é, poderia ter lembrado da mulher de César: aquela que não bastava ser honesta, tinha também de parecer honesta – não foi o caso! Ainda na condição de isentão me resta dizer que não dou apoio incondicional pra ninguém, reafirmo (principalmente) que estou cansado desta merda toda, erros primários como os que estão sendo cometidos são inadmissíveis.

Finalmente, ainda como isentão (gostei do termo), grito que quero o meu país de volta. O primeiro passo foi dado, o segundo é o capitão cumprir as promessas que fez. Nisso está incluído escolher as pessoas certas para ajudá-lo a colocar o Brasil ao lado das grandes nações.

Assinado – Isentão Vala

Amém!

 

e-mail vala1@uol.com.br

blog www.valacir.com

Temas .

 


Deseja comentar esta notícia? Autentique-se para postar um comentário. Efetue seu login aqui »

Ir para o topo da páginaIr para o topo da página