Porto Alegre/RS: Cerca de 400 policiais protestaram contra a Reforma da Previdência

Foto: SINPEF/RS

Cerca de 400 policiais federais, policiais rodoviários federais e policiais civis estiveram reunidos na manhã de hoje, 15.03, em frente à Assembleia Legislativa, na Praça da Matriz, em Porto Alegre/RS, numa grande manifestação contra a PEC 287/2016, que propõe a nefasta e indigna Reforma da Previdência, com o fim da aposentadoria policial.

A iniciativa foi deliberada pela União dos Policiais do Brasil (UPB), que representa 32 entidades de profissionais da Segurança Pública do Brasil, com a realização de atos de protestos em todo país, em frente das Assembleias Legislativas dos Estados e do Congresso Nacional, em Brasília. A mobilização faz parte do Dia Nacional de Luta contra o Fim da Aposentadoria, convocada por várias entidades sindicais e movimentos sociais.

A UPB entende que uma proposta dessa magnitude, que afetará de forma definitiva todos os trabalhadores do país, não pode ser tratada com tamanho desprezo, arrogância e falta de prudência demonstrados pelos defensores do plano.

Em nenhum país do mundo trabalhadores expostos a “risco de morte”, como os policiais, necessitam trabalhar até os 65 anos de idade para obterem o direito à reforma. Há que se considerar que a expectativa de vida dos policiais brasileiros sequer atinge 60 anos de idade, enquanto a idade média da população é de 74 anos. Essa triste realidade tem se agravado ultimamente a partir do elevado número de policiais assassinados em serviço no Brasil (só em 2015 foram 490), sem contar o preocupante número de suicídios, de mortes por estresse profissional e de baixas por acidentes em ações policiais.

Foto: Maia Rubim/Sul21

 

Foto: Maia Rubim/Sul21

Foto: SINPEF/RS

Foto: SINPEF/RS

Foto: SINPEF/RS

Foto: SINPEF/RS

 

Mulheres policiais marcam presença na manifestação

 

Temas .

 


Deseja comentar esta notícia? Autentique-se para postar um comentário. Efetue seu login aqui »

Ir para o topo da páginaIr para o topo da página